Parcelamento do IRPF 2020: Como Funciona? Vale a Pena?

Todos os anos quando chega à época de fazer a declaração e o pagamento do IRPF, algumas pessoas acabam por não ter condições de fazer o pagamento completo à vista, por isso, a Receita Federal liberou recentemente o parcelamento do IRPF 2020. Com a implementação do parcelamento do IRPF 2020, o órgão espera que a taxa de pagamento dos contribuintes aumente.  

Parcelamento do IRPF 2020

Parcelamento do IRPF 2020

Portanto, se você quer ficar por dentro de todas as novidades sobre o parcelamento do Imposto de Renda 2020, continue lendo este artigo e saiba mais! 


Imposto de Renda 2020 

Como todos sabem, em todos os anos a Receita Federal exige que grande parte dos brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil, façam a sua declaração Imposto de Renda 2020.

Dessa forma, o órgão Federal percebeu que o número de pessoas em inadimplência estava subindo, e a grande causa disto, era por não conseguirem pagar o valor do imposto de uma única vez. 

Com isso, a Receita Federal decidiu criar o parcelamento do IRPF 2020 para que os seus contribuintes pudessem ter mais chances de pagar o IRPF 2020 e não caírem em dívidas. 


Como Funciona o Parcelamento do IRPF 2020? 

O cidadão que decidir optar pelo parcelamento do IRPF 2020, deverá escolher em quantos meses poderá realizar esse pagamento, sendo o número máximo de meses igual a 8. 

Com isso, ao optar pelo parcelamento, o cidadão deverá todos os meses pagar as parcelas dentro do prazo e evitar os atrasos. Sendo que as parcelas possuem todos os seus valores divididos de forma igualitária. 

parcelamento do IRPF 2020

Porém, é recomendado que o contribuinte apenas escolha o parcelamento após ter noção de todas as vantagens e desvantagens em escolher essa forma de pagamento. 


Diferença entre o Pagamento à Vista e o Parcelamento do IRPF 2020 

Antes de decidir qual a melhor forma de pagar o seu IRPF 2020, você precisa entender que ambas as formas possuem vantagens e desvantagens. 

Veja abaixo a diferença entre elas: 

  • O pagamento de forma à vista do IRPF, garante ao contribuinte que o valor não será mudado em momento algum; 
  • Já o pagamento da forma parcela, está sujeito as alterações do valor total graças as flutuações da taxa SELIC, da qual esta forma de pagamento está atrelada; 
  • Para que você possa realizar o pagamento das parcelas do IRPF, você deverá ir até locais credenciados pela Receita Federal para somente nesses locais, fazer o pagamento das parcelas; 
  • Ao escolher o parcelamento do IRPF, você deverá estar ciente de que este pagamento só é feito em débito automático. 


Como fazer o Parcelamento do IRPF 2020? 

Se você deseja fazer o parcelamento do IRPF 2020, saiba que está opção já está disponível para escolha do contribuinte no programa IRPF 2020

Para que você possa selecionar esta opção, primeiro você deverá fazer a confecção completa da declaração IRPF e somente no final, antes de enviá-la, é que você poderá escolher o parcelamento como forma de pagamento. 

Ao escolher a opção de parcelamento do IRPF 2020 antes de enviar o seu documento, você irá receber um carnê com todas as parcelas que você deverá pagar. 

Neste carnê estarão informações como valor e data de pagamento limite de cada uma das parcelas. 


Tabela de Parcelamento do IRPF 2020 

No início do ano, a Receita Federal liberou uma tabela com todas as datas de pagamento do parcelamento do IRPF 2020, além de já conter nesta tabela IRPF 2020 todas as taxas a serem cobras a mais em cada parcela. 

Veja a seguir: 

Quota   Vencimento   Taxa de juros aplicável para pagamento no prazo  
1ª parcela ou quota única   29/04/2020   _  
2ª   31/05/2020   1%  
3ª   30/06/2020   Taxa Selic de maio + 1%  
4ª   29/07/2020   Taxa Selic acumulada (maio e junho/2019) + 1%  
5ª   31/08/2020   Taxa Selic acumulada (maio, junho e julho/2019) + 1%  
6ª   30/09/2020   Taxa Selic acumulada (maio, junho, julho e agosto/2019) + 1%  
7ª   31/10/2020   Taxa Selic acumulada (maio, junho, julho, agosto e setembro/2019) + 1%  
8ª   30/11/2020   Taxa Selic acumulada (maio, junho, julho, agosto, setembro e outubro/2019) 

 Vale a Pena Parcelar o IRPF?

Ao analisar todas as vantagens e desvantagens de cada forma de pagamento, seja à vista ou parcelado, fica evidente que a forma de pagamento em Cota Única (à vista), é a melhor opção de pagamento deste imposto.

Sendo a forma em Cota Única apenas dispensada caso o contribuinte tenha de fazer maiores dividas para paga-la, como afirmado pelo site Economia UOL, veja a seguir:

A opção pelo pagamento à vista só não será vantajosa se o contribuinte tiver que pegar um empréstimo. Os custos da tomada de empréstimo tendem a ser bem maiores do que os custos do parcelamento e, assim, não compensam.

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 8

Parcelamento do IRPF 2020: Como Funciona? Vale a Pena?

Leave a Reply