Mês: julho 2020

Restituição Imposto de Renda 2020: Consultar Lotes IRPF 2020

A restituição Imposto de Renda 2020 beneficia uma parcela dos contribuintes. E representa uma taxa a ser devolvida aos declarantes que pagarão um valor de imposto superior ao que deveriam. Para saber se tem direito a restituição Imposto de Renda 2020 é preciso realizar a consulta no site da Receita.

Restituição Imposto de Renda 2020

Restituição Imposto de Renda 2020

Entenda o Imposto de Renda 2020

O Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF é uma iniciativa do Governo Federal com administração da Receita Federal.

O imposto é cobrado todos os anos por pessoas com ganhos anuais tributáveis superiores a R$28.559,70.

✓ Saiba como obter o extrato IRPF 2020

O objetivo é recolher desses trabalhadores uma taxa relativa aos seus ganhos, como forma de contribuição ao Governo.

Outra finalidade, é verificar quais foram as ações econômicas destes brasileiros através da declaração do IRPF.

No documento de declaração ficam descritos todos os lucros e gastos do trabalhador. Desde compra de bens, até o pagamento de pensão e gastos com seus dependentes.

A declaração e o pagamento são obrigatórios, e deixar de fazê-lo pode trazer punições judiciais. Além disso, não informar alguns ganhos ou gastos, se torna sonegação de impostos e o contribuinte cai na malha fina, que é a supervisão da Receita.

Declaração Imposto de Renda 2020

Para ter direito a restituição Imposto de Renda 2020 é preciso que a declaração Imposto de Renda 2020 seja entregue corretamente, e dentro do período estipulado pela Receita Federal.

Após a análise da declaração, fica definido se o contribuinte terá direito ao pagamento da restituição. A forma de preencher o documento é sempre via internet, por meio de programas disponibilizados no site da Receita:

É preciso informar no documento quais foram os ganhos daquele ano, sejam tributáveis ou não. E quais foram os gastos, inclusive com os seus dependentes. São dependentes: filhos, esposas e enteados.

Alguns erros comuns faz com que o contribuinte caia na malha fina, e não tenha direito ao recebimento da restituição. É sempre importante estar atento ao que está sendo informado, por exemplo:

  • Não omitir rendimentos;
  • Comparar o valor retido na fonte e o informado;
  • Incluir despesas médicas;
  • Indicar a dedução de previdência privada ou oficial e pensão alimentícia.

Restituição Imposto de Renda 2020

A restituição Imposto de Renda 2020 é concedida aos trabalhadores que pagarão valor à mais de imposto.

O caso é muito comum com assalariados que descontam a contribuição ao IPRF em sua folha de pagamento.

A Receita analisa todas as declarações, e conforme identifica muitas deduções, inclusão correta de despesas e ganhos, vai concedendo descontos ao contribuinte. No fim das contas, o trabalhador acabou pagando mais que deveria.

Por tanto, este valor funciona como um “troco” para aqueles que têm direito. Seguindo a taxa Selic o pagamento pode ser reajustado. A restituição é depositada diretamente na conta bancária do contribuinte.

São 5 lotes para pagamento, priorizando aqueles que entregaram a declaração com antecedência e o público idoso, com idade superior a 60 anos.


Calendário restituição IRPF 2020

A divulgação oficial do calendário restituição Imposto de Renda 2020 acontece logo após a entrega das declarações. Ao todo, são 7 lotes que têm início em junho e vão até dezembro.

Lote             Data
1º lote            29/05
2º lote            30/06
3º lote            31/07
4º lote            28/08
5º lote            30/09


Consulta restituição Imposto de Renda 2020

No site da Receita Federal, os contribuintes poderão fazer a consulta restituição Imposto de Renda 2020 para saber se têm direito ao benefício, e se o pagamento já foi efetuado.

Veja como realizar a consulta IRPF 2020:

  • Acesse o portal do IRPF e na opção ‘Restituição’ opte por ‘Consultar restituição’;

Restituição Imposto de Renda 2020

  • Insira os dados necessários para dar continuidade.

Restituição Imposto de Renda 2020

Extrato IRPF 2020: Extrato Imposto de Renda, Como tirar?

No extrato IRPF 2020 ficam contidas informações importantes sobre a declaração do imposto, e demais ações que envolvem o tributo. O extrato IRPF 2020 pode ser acessado no portal e-CAC, para isso é necessário que contribuinte tenha um código de acesso ou certificado digital.

Extrato IRPF 2020

Extrato IRPF 2020

Sobre o IRPF 2020

Válido em todo o país, o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) é um tributo administrado pela Receita Federal. Uma taxa cobrada sobre o ganho anual do brasileiro.

Além de pagar o imposto referente aos lucros daquele ano, o contribuinte precisa fazer uma declaração com todas as ações financeiras que o envolveram.

Seja compra e venda de bens, gastos médicos e educacionais, e até ações com o comércio exterior.

Existe um prazo para a entrega da declaração IRPF 2020, normalmente no mês de Abril. Aqueles que deixarem de fazer a declaração no período certo pagarão multas. E quem não incluir determinados ganhos e gastos pode ser acusado de sonegação.

O Imposto de Renda funciona como um controle do Governo sobre a economia dos trabalhadores. E o pagamento da taxa é uma contribuição pelos ganhos.


Portal e-CAC IRPF 2020

O extrato IRPF 2020 fica disponível para acesso no portal e-CAC IRPF 2020. Uma página virtual que pode ser acessada apenas por contribuintes do imposto.

Para fazer o login é preciso ter em mãos CPF do titular da declaração, código de acesso e senha. Também é possível fazer a declaração do imposto no painel, optando pela opção ‘Meu Imposto de Renda’.

➜ Veja o que está na consulta IRPF 2020:

  • Pagamentos e parcelamentos;
  • Certidões e situação fiscal;
  • Entrega da declaração;
  • Extrato;
  • Reinstituição e compensações;
  • Consultas;
  • Atendimento personalizado.

➜ O acesso ao portal pode ser feito por meio, desse link.


Gerar código de acesso extrato IRPF 2020

O acesso ao portal para o extrato é possível apenas com o código de acesso. No entanto, alguns contribuintes não têm esse código. Pois ele deve ser criado antes do primeiro login no portal.

Saiba como gerar código de acesso extrato IPRF 2020: Para pessoa física é necessário ter em mãos: CPF, data de nascimento e número do recibo das declarações entregues nos últimos 2 anos.

Este código é feito de forma virtual, veja:

Gerar código de acesso extrato IRPF 2020

  • Selecione a opção ‘Gerar código de acesso pessoa física’;

acesso extrato IRPF 2020

  • Insira os dados solicitados para dar prosseguimento a geração do código.

Gerar código de acesso extrato IRPF


Extrato IRPF 2020

Visualizando o extrato IRPF 2020 é possível verificar várias ações do Imposto de Renda.

Além de consultar o status de entrega da declaração. Por meio do extrato é possível ter acesso a:

  • Possíveis pendências que deixaram a declaração em malha filha e informações sobre como resolvê-las por meio de retificação da declaração ou de agendamento de atendimento para apresentação de documentação comprobatória;
  • Consultar se as quotas do IRPF estão sendo pagas corretamente;
  • Solicitação, alteração ou cancelamento do débito automático das quotas;
  • Identifique e parcele eventuais débitos em atraso.

Para verificar esses dados, e realizar solicitações por meio do extrato, o contribuinte deve acessar o portal e-CAC. Veja como, seguindo o passo a passo:

  • Acesse o portal e-CAC e insira todos os dados solicitados;

Gerar código de acesso extrato imposto de renda 2020

  • Escolha a opção ‘Declarações e demonstrativos’ e depois clique em ‘Extrato do processamento da DIRFP’;

  • Visualize todos as declarações, status de entrega e demais ações disponíveis.

Imposto de Renda 2020: Tabela IRPF 2020, Declaração, Programa

O Imposto de Renda 2020 é um ato obrigatório que deve ser feito por pessoas físicas e jurídicas no Brasil. O tributo é anual, e pode gerar dúvidas por parte dos declarantes. No entanto, o Imposto de Renda 2020 possuí um programa fácil de ser manuseado, e além disso algumas dúvidas podem ser sanadas nesse artigo.

Imposto de Renda 2020

Imposto de Renda 2020

Como funciona o Imposto de Renda 2020?

Administrado pela Receita Federal, o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) ou Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é um tributo brasileiro que incide sobre os ganhos dos trabalhadores locais.

Funciona como um pagamento de uma taxa ao governo, em contribuição pelos ganhos daquele ano.

O valor do IRPF 2020 varia conforme a quantia acumulada por aquele trabalhador. Quanto mais bens e gastos, maior o valor da taxa.

O pagamento pode ser feito em cota única, ou em até 8 parcelas, mas com juros. Todos os prazos e opções para contribuir com o imposto, ficam esclarecidos no site da Receita. E há divulgações oficiais em canais de comunicação.

É preciso estar atento a declaração do imposto de renda, pois é desta forma que o governo controla os seus ganhos e gastos. E caso seja identificado que algum bem não foi incluído, isto se classifica como sonegação de imposto, e o trabalhador pode responder processos judiciais.


Quem deve declarar o IRPF 2020?

Embora obrigatório, não são todos os brasileiros que precisam fazer a declaração do IRPF. Por lei, foi determinado um ganho anual mínimo que considera quais pessoas devem contribuir com imposto.

Atualmente, é defino que quem deve declarar o Imposto de Renda 2020 são:

  • Pessoas que receberam rendimentos tributáveis (com imposto) anual superior a R$28.559,70;
  • Pessoas que receberam rendimentos isentos (sem imposto) anual superior a R$40.000,00;
  • Aqueles que obtiveram ganho de capital e operações em bolsa de valores;
  • Trabalhadores rurais que conquistaram receita bruta anual superior a R$142.798,50;
  • Teve a posse de bens ou terras com valor superior a R$300.000,00;
  • Passou a ser residente do Brasil no ano-base.


Tabela Imposto de Renda 2020

A tabela Imposto de Renda 2020 indica ao trabalhador quanto deverá ser pago de imposto.

São determinadas alíquotas para cada limite de ganho mensal, estas alíquotas devem ser multiplicadas pelo valor recebido pelo trabalhador.

Existem especulações de que o atual governo atualize essa tabela. E que as alíquotas sejam diminuídas. Mas, por enquanto, são apenas discursos e falas incompletas. As divulgações oficiais ainda não aconteceram.

Atualmente, a tabela indica:

  • Ganho mensal de até R$1.903,98: isentos do pagamento;
  • Ganho mensal de R$1.903,98 até R$2.836,66: 7,5%;
  • Ganho mensal de R$2.836,66 até R$3.751,05: 15%;
  • Ganho mensal de R$3.751,06 até R$4.664,68: 22,5%;
  • Ganho mensal acima de R$4.664,68: 27,5%.

Declaração do Imposto de Renda 2020

A declaração do IRPF 2020 indica quais foram os ganhos e gastos do trabalhador naquele ano. É preciso declarar bens como:

  • Lucros em vendas;
  • Compras de bens, exemplo: casas, terrenos, carros;
  • Ganhos em moedas estrangeiras;
  • Ganhos em venda de imóveis.

Além disso, o trabalhador precisa indicar quais foram seus gastos. E até mesmo gastos médicos, escolares e por pensão, precisam ser incluídos. Caso tenha dificuldade para preencher o documento,  procure ajuda com um contador.

O processo é realizado por meio do programa de declaração imposto de renda 2020. Exclusivamente via internet, por três possibilidades: